Envio de denuncia

Preencha o formulário abaixo para enviar sua denuncia.



    ...

    Home Notícias APÓS UM ANO DE MOBILIZAÇÃO, PBH CONCE...

    APÓS UM ANO DE MOBILIZAÇÃO, PBH CONCEDE REAJUSTE DE 7,20%, DIVIDIDO EM DUAS VEZES

    Reunida em assembleia geral extraordinária no dia 27 de novembro, no Sinmed-MG,  a categoria aprovou a proposta de reajuste enviada pela Prefeitura Municipal de Belo Horizonte.  Os médicos ressaltaram, no entanto,  que a mobilização continuará, em busca de melhorias nas condições de trabalho. Várias denúncias foram realizadas durante a assembleia, relativas à estrutura das unidades, falta de materiais, problemas no sistema de gestão, entre outros. O sindicato também vai acompanhar de perto o cumprimento das propostas.

    Embora aquém do proposto, o reajuste foi uma vitória dos servidores, que estiveram mobilizados este ano todo, apesar da insistência da prefeitura em não conceder reajustes.

    A proposta da PBH  contempla:

    reajuste no vencimento básico e no vale-refeição de 7,20%, dividido em duas vezes, sendo 3,78% a partir de 1º de janeiro de 2020 e 3,30% após o dia 1º de dezembro de 2020.

    – a proposta foi estendida a todos os contratos administrativos (reivindicação da categoria).

    –  conceder alteração do cargo para os servidores que já fazem 40 horas. Hoje os servidores recebem os benefícios em cima do cargo de 20 horas. Proposta: sanar o problema a partir de 1º de março/2020, após consolidação de todas as solicitações.

    Acerto dos passivos, relativos à:

    Paridade para os aposentados: a  proposta é que até dezembro do ano que vem, os valores sejam pagos.

    Progressões: proposta de acertar os valores em atraso até dezembro agora.

    Férias-prêmio: o déficit com os servidores (tirando a educação) é hoje de R$84 milhões. A proposta é de um aporte de R$42 milhões em 2020 para agilizar os pagamentos.

    – A Prefeitura também se comprometeu a não enviar à Câmara até o final da gestão nenhum projeto de lei que altere o estatuto.

    Durante a AGE, os médicos foram informados que, com a anuência dos servidores, o projeto será encaminhado à Câmara Municipal até 10 de dezembro para tramitação.

    Sinmed-MG, 28 de novembro de 2019