Envio de denuncia

Preencha o formulário abaixo para enviar sua denuncia.



...

Home Notícias Esse não é o momento para economizar:...

Esse não é o momento para economizar: mesmo com pandemia, governo de Minas é o que menos investiu em saúde no 1º semestre

14 de agosto/2020——- Minas Gerais  é o estado brasileiro que menos investiu em saúde durante a pandemia, considerando os recursos provenientes da Receita Corrente Líquida. Por lei, cada estado deve aplicar, no mínimo, 12% da RCL em saúde por ano. Em Minas, mesmo diante da gravidade e excepcionalidade da situação, esse percentual ficou em 7.76%. A informação está no Relatório Resumido de Execução Orçamentária (RREO), disponibilizado pela Secretaria de Estado da Fazenda.

Segundo o relatório,  pouco mais de R$ 1,9 bilhão foram efetivamente investidos em hospitais, campanhas de prevenção e criação de novos leitos, por exemplo, até junho deste ano.

Na região Sudeste, São Paulo investiu o correspondente a 14,26% da Receita Corrente Líquida; Espírito Santo, 15,47%.Ainda não cumpriram a meta Rio de Janeiro (8,18%) e Paraná (9,63%),  cujos percentuais ainda são superiores ao de Minas.

O governador Romeu Zema rebateu as denúncias dizendo que “a eficiência do gasto público não deve ser medida pela quantidade de dinheiro utilizada para determinada ação. Em Minas, um Estado que passa por severa crise financeira, conseguimos fazer mais com menos. Isso é eficiência, isso é gastar melhor”

O Sinmed-MG considera que este não é o momento “para economizar” com saúde, a prioridade número 1 do país hoje. E tem atuado de várias formas para denunciar os malfeitos do Governo Zema em relação à saúde e aos servidores públicos. São problemas graves como o fechamento de unidades de atendimento como o Hospital Galba Veloso; ausência de reposição de profissionais, provocando escalas médicas desfalcadas nas unidades de atendimento; problemas de fornecimento de medicamentos, insumos e equipamentos de proteção individual recorrentes.

Em relação à COVID-19, sabe-se que Minas é o estado que menos testa no país. Se existem recursos, qual a justificativa para essa falta de testes, essenciais para o controle da pandemia? Entre os estados, Minas também leva outro título, dessa vez mostrando a falta de valorização dos servidores públicos estaduais: o projeto apresentado por Zema para a reforma da previdência foi considerado  o que mais retira direito dos trabalhadores, em todo o país.

.