Envio de denuncia

Preencha o formulário abaixo para enviar sua denuncia.



...

Home Notícias Nota de repúdio do Sinmed-MG contra a...

Nota de repúdio do Sinmed-MG contra a violência à médica em Lagoa da Prata: exigimos mais respeito com os profissionais da saúde que já trabalham no limite de suas forças, para atender a população

29 de agosto/2020—– O Sindicato dos Médicos de Minas Gerais (Sinmed-MG) repudia veemente a violência ocorrida contra uma médica, na UPA de Lagoa da Prata, nesta última sexta-feira, dia 28 de agosto.

Nossa entidade destaca que é inaceitável todo e qualquer ato de violência contra médicos e profissionais da saúde no exercício de suas atividades, enfrentando todos os desafios e dificuldades impostos pela saúde pública, principalmente neste momento de pandemia de COVID-19.

Na ocasião, a médica foi agredida física e psicologicamente, por paciente e seu acompanhante, sofrendo várias lesões corporais. Não havia seguranças na UPA para evitar esses conflitos e outros profissionais da saúde também relataram ser agredidos verbalmente pela mesma paciente.

Diante da gravidade do ocorrido, o sindicato está prestando as orientações jurídicas à medica, neste momento de fragilidade. Também acionará todas as autoridades responsáveis pela segurança e fiscalização, a fim de que seja garantida a integridade da médica e de outros profissionais da rede pública de saúde em Lagoa da Prata.

O sindicato também enviará essa nota de repúdio à imprensa como forma de protesto contra a falta de segurança dos profissionais da saúde que, além de enfrentar sérios problemas nas condições de trabalho como falta de estrutura e de equipes completas, ainda precisam ser submetidos ao descaso e à violência nas unidades de saúde.

Não podemos esquecer que esses profissionais estão trabalhando no limite de suas forças e, na maioria das unidades, faltam o básico para o atendimento dentro dos protocolos necessários e adequados.

O Sinmed-MG exige que sejam garantidas, pelos gestores, condições dignas de trabalho e segurança adequada nas unidades de saúde e destaca que estará atento para que as medidas cabíveis sejam tomadas a fim de garantir o cuidado e respeito aos profissionais de saúde.

Sindicato dos Médicos de Minas Gerais- Sinmed-MG
29 de agosto/2020