Envio de denuncia

Preencha o formulário abaixo para enviar sua denuncia.



...

Home Notícias CORONAVÍRUS: SE O MÉDICO ADOECER QUEM...

CORONAVÍRUS: SE O MÉDICO ADOECER QUEM CUIDARÁ DE VOCÊ? SINMED-MG DEFENDE NECESSIDADE URGENTE DO FORNECIMENTO E USO DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL

Além dos desafios de permanecerem na linha de frente  com uma pandemia como a COVID-19, os médicos não estão recebendo os Equipamentos de Proteção Individual Adequados (EPIs).

São constantes os relatos de situações onde os médicos precisam improvisar ou até mesmo trazer de casa algum material para que possa ao menos minimizar os contatos com os suspeitos ou infectados pela COVID-19.

Ao trabalhar sem Equipamentos de Proteção Individual (EPI), o médico coloca em risco a própria vida, de seus familiares e da população que atende, pois se transforma em um grande vetor de transmissão do vírus.

Equipamentos essenciais

– máscara cirúrgica, avental e luvas descartáveis, protetor facial ou óculos para precaução de gotículas em atendimento de casos suspeitos ou confirmados da infecção.

– nos procedimentos que  podem gerar  aerossol  (como coletas de swab, broncoscopia,  aspiração de pacientes  entubados),  a máscara cirúrgica deverá  ser substituída  por máscaras  N95 ou PFF2.

 Orientar é essencial

O Sinmed-MG faz uma campanha em defesa dos equipamentos de proteção adequados para os médicos e os profissionais da saúde. Lembramos aos  colegas que não esqueçam de fazer a assepsia das mãos e dos equipamentos médicos  (estetoscópio, esfigmomanômetro, etc) bem como a troca dos EPIs quando os mesmos estiverem contaminados ou danificados.

Outras orientações importantes:

a- Respirador ou Máscara Facial

•             O médico e o paciente devem estar com máscara cirúrgica simples ao adentrar na área de exame. O objetivo é reduzir a transmissão por gotículas.

•             Utilizar a máscara facial antes de entrar em contato com pacientes com sintomas respiratórios. Recomenda-se que estas orientações sejam atualizadas frequentemente com base nas orientações das autoridades sanitárias.

•             Máscaras faciais devem ser removidas e descartadas após sair do quarto ou da área de cuidados do paciente e fechar a porta. Execute a higiene das mãos após descartar a máscara facial.

b. Proteção ocular

•             Óculos de proteção ou um protetor facial descartável que cubra a frente e os lados do rosto ao entrar no quarto do paciente ou na área de atendimento. Óculos e lentes de contato pessoais não são considerados proteção ocular adequada. Remova a proteção ocular antes de sair da área de atendimento.

•             Estes EPIs só são recomendados para a realização de procedimentos como punções ou em intervenções.

c. Luvas

•             Coloque luvas limpas e não estéreis ao entrar na área de atendimento. Remova e descarte as luvas ao sair da área de cuidados e realize imediatamente a higiene das mãos.

d. Aventais

•             Coloque uma roupa de isolamento limpa ao entrar na área do paciente. Remova e descarte o avental em um recipiente dedicado antes de sair da área de atendimento.

•             Os aventais não descartáveis devem ser lavados após cada uso. Dar preferência ao avental descartável.

O Sinmed-MG destaca que é urgente que os gestores possam providenciar os EPI’s necessários para garantir a segurança daqueles que estão na linha de frente dos atendimentos aos pacientes.

E pedimos os médicos para relatar ao sindicato qualquer problema em relação à falta de EPI’s, caso não esteja disponível em sua unidade de trabalho.  E para essa e outra necessidades, disponibilizamos um canal de denúncias, sugestões e dúvidas exclusivamente para a categoria médica. Faça contato conosco no whatsapp (31) 99302-0097 ou denuncia@sinmedmg.org.br

Sinmed-MG: pela valorização do médico e dos profissionais da saúde