Envio de denuncia

Preencha o formulário abaixo para enviar sua denuncia.



    ...

    Home Notícias SINMED-MG fala sobre mercado de traba...

    SINMED-MG fala sobre mercado de trabalho/Defesa Profissional e a necessidade de fazer diferente, em seminário virtual com acadêmicos da Unifenas-BH

    Publicado em 3 de maio/2021.

    Mais do que mostrar a realidade do mercado de trabalho nos dias de hoje, o seminário “Introdução à Defesa Profissional”, realizado pela Liga Acadêmica da Faculdade de Medicina da Unifenas-BH,  mostrou a importância de fazer diferente, inovar,  planejar  para ser bem-sucedido na carreira. O evento aconteceu virtualmente, dia 30 de abril, por iniciativa da coordenadora da Liga, professora Gláucia Abreu; e Fabíola Tatiana de Souza , egressa da Unifenas-BH, médica do Trabalho e eleita Diretora da Saúde do Trabalhador, na próxima Gestão do Sindicato dos Médicos de Minas Gerais (2021/2025).  
    Participaram do seminário, como convidados, Fernando Mendonça, diretor-presidente do Sindicato dos Médicos e professor da Unifenas-BH, e o atual secretário-geral e futuro presidente, Jordani Machado.

    Ao abrir o seminário, Fabíola Tatiana explicou que intenção do evento era apresentar o sindicato e já trazer uma orientação sobre a defesa profissional . Relatou sua experiência pessoal, ao se formar: “A realidade do mercado de trabalho me assustou,  era muito diferente do que imaginava na Faculdade – falta de contrato, atrasos nos pagamentos, calotes em valores de plantão, valores irrisórios pelo trabalho foram alguns dos problemas que enfrentei.  Precisamos nos unir e nos preparar para esse cenário de guerra, se quisermos melhorias para a categoria”, afirmou.

    A professora Gláucia Abreu, coordenadora de Liga,  reforçou a importância da união: “Todas as vezes que a gente se juntar vamos ser  mais fortes . Espero que os estudantes aprendam isso e  lembrem que o sindicato está aí para os ajudar”.

    Em sua aula, Fernando Mendonça, que ao deixar a presidência será diretor de Relação com Acadêmicos do sindicato,  mostrando sua afinidade com o tema, fez uma abordagem motivacional sobre o mercado de trabalho. Para ele, só existe um meio de ultrapassar os obstáculos: “Estamos vivendo um momento impar de dificuldade. Por que as coisas não estão tão bem? A gente tem que se perguntar e o mais importante tentar mudar essa realidade, fazendo diferente”.

    Reforçou que essa diferença começa com ações simples como o interesse em participar de seminários como o em pauta: “Quem está aqui tentando entender um pouco mais do mercado de trabalho já mostra que está planejando seu futuro”.

    Conhecer desde cedo seus direitos é deveres, pode evitar, segundo ele, situações como estão acontecendo agora, com médicos com menos de um ano de formado sendo processados no CRM-MG, sob risco de perder o diploma e todo o investimento realizado.  Fernando Mendonça destacou que esse planejamento envolve uma rede de network, em que o sindicato não pode ficar de fora: “Eu os convido a fazer parte do sindicato para conhecer melhor a realidade que os espera”.  

    Jordani Machado começou sua aula dizendo da importância dos acadêmicos interagirem com o sindicato e estarem sempre prontos para aprender. Também relatando experiência pessoal, disse que, logo que formado, se houvesse uma preocupação maior das faculdades em abordar  o mercado de trabalho teria evitado várias situações e problemas que aconteceram durante  sua carreira: “Por falta de informação a gente não sabe o que o sindicato pode fazer por nós, mas,  tenho certeza que quem nos acompanhar vai ficar surpreso”.

    O tema explorado por ele foi a história, evolução e finalidade das atividades sindicais. Reforçou que o Sinmed-MG é uma sociedade civil, independente, sem vinculação partidária: “A missão do sindicato é sempre defender o trabalho médico e os interesses da categoria. É a única entidade que representa o interesse do médico perante seus empregadores”.

    Em seguida, destacou várias atribuições que são exclusivas do sindicato, como representação em ações coletivas, celebração de acordos  e convenções coletivas de trabalho e deflagração de greves. Ilustrou contando algumas conquistas históricas do sindicato até o momento atual de defesa intransigente do médico durante a pandemia. Outro ponto importante da aula foi a apresentação dos serviços oferecidos pelo sindicato,  com ênfase na defesa profissional .

    Ao finalizar explicou como o acadêmico pode se filiar gratuitamente à entidade, ainda com isenção da contribuição durante o primeiro ano de formado, uma forma de ele se planejar e proteger desde cedo.

    Ao final, a futura diretora de Saúde do Trabalhador, Fabíola Tatiana orientou os estudantes para seguirem as  redes sociais do sindicato e conhecerem melhor o trabalho da entidade.